Blog
Ufla Júnior

Gestão de tempo, um aliado essencial da produtividade e da saúde mental

15 de junho de 2020 13:14

 

O que é gestão de tempo?

     Antes de entrarmos mais afundo nessa ferramenta, vamos trazer a definição dela para que fique tudo mais simples de entender. Gestão do tempo é um processo de organização do seu tempo do dia, ou seja, não só como você divide o mesmo para as tarefas que você tem para executar durante este período de tempo, mas em qual ordem e horário você coloca cada uma dos seus afazeres! Sendo um pouco mais explicativo, não adianta você dividir seu tempo igualmente e de maneira uniforme, se existirem tarefas que são mais complexas e demoradas que outras, certo? Do mesmo jeito que para essas mesmas tarefas que exigirão mais da sua capacidade de desempenho, você não pode aloca-las em horários de baixa produtividade, ou em horários de fim de turno, em que você já se encontra exausto pelo dia de trabalho que passou. Então sim, você precisa aprender a gerir bem seu tempo para aprimorar sua produtividade e manter sua saúde mental, evitando estresses e sobrecargas causados por desorganização. E que tal agora entrarmos um pouco na importância dessa ferramenta e quais benefícios ela pode trazer tanto para sua vida pessoal, como para sua vida profissional? Vem com a gente!

 

Quais os benefícios do uso correto dessa ferramenta?

  • Redução de estresse/Melhor saúde mental: Com seu tempo mais organizado, você passa a lidar menos com sobrecargas, você passa a realizar as atividades longas nos horários que têm disposição e energia, executando as mesmas de maneira mais eficiente, e as tarefas mais fáceis, você deixa para quando está cansado, já que não vai exigir esforço e automaticamente não vão causar dificuldade para realizar e não aumentarão seu estresse. Com você sendo mais eficiente e produtivo, e menos estressado, você vai se sentir mais satisfeito com seu trabalho e mais alegre na sua vida pessoal, sendo fatores importantíssimos para que sua saúde mental esteja em ordem.

 

  • Produtividade/Melhor reputação: com uma melhor organização de tempo e tarefas a serem realizadas, você irá trabalhar com mais constância, irá evitar surpresas de atrasos com datas e, quando entrar em um “estado de flow”, vai sentir que sua vida vai andar de maneira mais calma e natural. Você vai perceber que consegue realizar mais atividades, em um período menor de tempo, e sem se sentir sobrecarregado. E o que é bem possível de acontecer com alguém que além de ser produtivo, respeitar todos os prazos entregando sempre seu trabalho com a melhor qualidade e ainda manter a saúde mental e boa imagem para seus companheiros, é justamente a melhora da sua reputação dentro do ambiente de trabalho, deixando de ser visto como o estressado que tem muitas dificuldades para exercer sua função, e passando a ser um exemplo para os outros, de alguém tranquilo e muito produtivo.

 

  • Mais tempo livre: você pode ter percebido que os benefícios anteriores são estreitamente relacionados e podem até ser consequência um do outro, e este não é diferente. Fazendo a distribuição correta dos seus afazeres, você irá realizar mais rápido as tarefas de alto nível de exigência, pelo fato de realiza-las nos seus horários de alta produtividade, e as de baixo nível de exigência, serão feitas quase que de forma automática, mais rapidamente e sem te causar nenhuma variação emocional. Percebemos que em comum, ambos os tipos de atividades serão feitas em um menor intervalo e, consequentemente, você irá finalizar seu dia mais rápido e ter mais tempo livre para você mesmo e usar como quiser, curtindo a família, relaxando, praticando seus hobbies, dentre várias outras opções.

 

Como desenvolver uma boa gestão do meu tempo?

  • Planeje: deixe planejado um bom período de tempo, assim você tem mais segurança sobre suas atividades e os prazos que devem ser entregues, sem dizer o quanto isso irá economizar seu tempo e aumentar sua produtividade.

 

  • Defina os prazos: tenha sempre em mente a realidade por trás da realização de cada uma das suas tarefas, defina prazos que se adequem a dificuldade e tamanho de cada uma delas, seja realista e respeite também seus limites.

 

  • Tenha autoconhecimento e organize suas atividades de acordo com seus horários de alta produtividade: sim, conheça a si mesmo, perceba em quais horários você está mais animado e disposto, depois de identificar esse período, direcione as atividades mais complexas justamente para ele. Com mais energia tanto no corpo quanto na mente, uma tarefa tende a ser resolvida mais rápida e com mais qualidade, aumentando sua produtividade e evitando estresses, deixando as atividades pouco exigentes para os períodos em que já está cansado em corpo e mente.

 

  • Priorize tarefas: na hora de realizar o planejamento e a definição dos seus prazos, dê mais atenção não só aos afazeres que tem entrega programada para logo, mas também aqueles que demandarão muito tempo de trabalho para que consiga finaliza-lo, dessa maneira você vai evitar aquela surpresinha desagradável de notar que falta pouco tempo para entrega e você não irá conseguir cumprir a atividade.

 

  • Diga “não” e evite sobrecargas: ajudar os outros é sempre bom, mas você tem que pensar em você, não pode simplesmente sair dando suporte ou até mesmo fazendo tarefas de terceiros simplesmente porque não sabe dizer um não. Você tem suas próprias responsabilidades e antes de arcar com todas elas, nem pense em querer fazer uma boa ação pensando apenas na satisfação do seu amigo de trabalho, sem dizer que estará se sobrecarregando com algo que de fato não é seu, então priorize sua saúde mental e utilize o clássico “não” sempre eu necessário.

 

Igor Tadeu Almeida

Compartilhe este artigo